Mané Silveira

Mané Silveira

28/03/2017

Um dos maiores saxofonistas brasileiros, Manoel Carlos de Campos Silveira, ou Mané Silveira, veio ao Centro Cultural São Paulo participar do programa Crônica de Toca-Discos e confessou que, apesar de fazer parte do cenário da música instrumental, a canção foi de vital importância para o desenvolvimento de sua carreira. Ele escolheu no acervo de vinis da Discoteca Oneyda Alvarenga, entre outros achados, a versão de “Xtabay” na voz da cantora uruguaia Yma Sumac, o LP “Victor Assis Brasil Quinteto” e a composição de Tito Madi “Ternura Antiga”.

“Meus pais tinham uma rádio vitrola muito grande e eu me lembro de ficar ouvindo os discos que a minha mãe comprava. Eram discos de cantores como Elza Soares, Miltinho, Dolores Duran, Sílvio Caldas, Agostinho dos Santos, Nat King Cole…”

Seleção de discos feita por Mané Silveira na Discoteca Oneyda Alvarenga

D 15680 – Yma Sumac
D 03641 – Victor Assis Brasil Quinteto
D 06665 – Moreira da Silva
D 09839 – Tito Madi
D 06979 – Elza Soares
D 0187 – Paulo Moura
D 18918/19 – Dolores Duran
D 21900 – Moreira da Silva

Créditos
Produção: Alvaro de Souza e Rita Daher
Direção, apresentação e fotografia: Rita Daher
Áudio: Chicão Santos e Eduardo Neves
Câmera: Celso Toqueti e Zé Amado
Edição: Chicão Santos
Colaboração: Edson Marçal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *